Ocorreu um erro neste dispositivo

Brandus dream list

Mensagens populares

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Uma experiência

Decidi aplicar as visualizações dinâmicas ao blog. Experimentem, têm várias opções à escolha, conforme mostrado na imagem ( no topo da página, na caixa a vermelho ).


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Palavra da semana ( 9 )

escopo |ô|
(latim scopus, -i, do grego skopós, -oú, observador, espião, vigilante)

s. m.
1. Local bem determinado a que se aponta para atingir. = ALVO, MIRA
2. Objectivo que se pretende atingir. = DESÍGNIO, FIM, INTUITO, PROPÓSITO
3. Limite ou abrangência de uma operação (ex.: ainda não definiram o escopo da campanha).

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

O saber não ocupa lugar ( 331 )







Os ímãs não atraem a maioria dos metais e grande parte dos materiais ferromagnéticos não têm ferro em sua estrutura.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O gigante da ilha de Kodiak




QUANDO os negociantes russos de peles exploraram a Ilha Kodiak, na década de 1760, encontraram um monstro peludo de dois metros e setenta de altura, com presas ameaçadoras e enormes patas. Os homens atônitos já tinham visto os ursos-pardos na Sibéria, mas nenhum semelhante a esta criatura gigantesca! Os negociantes o apelidaram de ‘Ivã, o Terrível”. Atualmente, este urso gigantesco é chamado de urso Kodiak.
Subitamente, dar de encontro a um papai urso que se ergue a dois metros e setenta de altura e pesa mais de 590 quilos poderia causar uma impressão bem horrível. Mas, quanto ao Sr. Urso Kodiak, suas características distintivas são seus ombros altos e arqueados, que escondem grande massa musculosa acima dos omoplatas. Poderia chamá-lo de “Mister Músculos” de seu domínio.

Vida no Lar Ilhéu

O papai urso talvez atinja 680 quilos no outono do ano, mas a mamãe, consideravelmente menor, raramente pesa mais de 300 quilos. No entanto ficará ainda mais impressionado com seu tamanho adulto ao saber que três filhotes recém-nascidos, nascidos em pleno inverno, são bastante pequenos para caber numa concha formada pelas mãos dum homem. Quão patéticos parecem os filhotes ao nascer — sem pêlos, cegos e pesando cerca de 450 gramas! Talvez pareça difícil imaginar que crescerão até atingir a estatura majestosa de seus pais.
Depois de alguns meses, chegam as temperaturas tépidas da primavera, e os filhotes pesam de 4,5 a uns 7 quilos. Todos os filhotes que crescem saudáveis ganham rapidamente peso, e, assim, em pleno verão, já pesam mais de 22 quilos. Quando já estão prontos para seu sono hibernal, junto com a mamãe; no outono seguinte, pesarão mais de 45 quilos. O ursinho continua aumentando até que se torna “adulto”, entre oito a dez anos de idade. A ursinha completa seu crescimento com seis anos.
Ao passo que os ursos mais velhos, maduros, não raro parecem muito dignificantes e solenes, os filhotes são brincalhões e arteiros. Seus sopapos e suas brigas podem até mesmo atrair a mamãe para a brincadeira. Na primavera, quando a neve permanece nas elevações maiores, tem-se observado os ursos a escorregar pelas encostas de neve, não raro repetindo este feito várias vezes. Semelhante a todas as criaturas de Deus, a vista destes animais selvagens a brincar é um deleite para o homem.
Junto à costa meridional do Alasca se acha a Ilha Kodiak, o único lar deste urso gigante. É muito montanhosa, e encostas escarpadas e densa vegetação emaranhada tornam difícil a viagem para o homem. Mas, para o Sr. Urso, a questão é outra. Ele anda com passo esquipado, mais rápido do que um homem conseguiria andar, e as encostas íngremes e rochosas tampouco parecem diminuir-lhe o passo. Às vezes é visto em áreas que nos deixam pensando se ele é parcialmente um cabrito montanhês. Quando atemorizado, aumentará a velocidade a um galope que o levará sobre troncos e no meio do matagal a uma velocidade surpreendente. Ao passo que é com freqüência representado em pé, sobre as patas traseiras, isto não é feito quando anda qualquer distância. Mas, é uma prática comum erguer-se a uns dois metros e setenta quando sua curiosidade é suscitada, ou quando precisa identificar um intruso no meio da densa vegetação.
Uma ilha de beleza natural acidentada é um habitat adequado para este magnífico animal. Preferindo pôr-se perto dos ventos carregados de sal provenientes do mar, este gigante marrom não perambula para muito dentro da ilha. No verão, a temperatura raramente sobe acima de 23,9°C. Bosques cerrados de amieiros, salgueiros e choupos do Canadá constituem excelentes lugares de repouso para o Sr. Urso Kodiak e sua família. Embora as temperaturas hibernais raramente caiam abaixo de 17,8°C abaixo de zero, nem tudo é calmo nesta cadeia de lar ilhéu. No inverno, ventos uivantes descarregam sua fúria por enviarem gigantescas ondas contra a costa rochosa. O nevoeiro e a garoa são comuns. Quão apropriado é que o casaco de pele provido pelo Criador não seja apenas quente, mas repelente à água!

Engordar Para um Bom Sono

Embora carnívoro, o urso Kodiak aprecia a vegetação. Com efeito, cerca de 75 por cento de sua dieta anual provém da pastagem na vegetação e de frutas silvestres. Para “equilibrar” sua dieta, aprecia a carniça, e, nos meses de verão, o suprimento abundante de salmão que se acha disponível.
Durante o pleno verão, estes ursos gigantes formam sociedades junto a muitas correntes de salmões. Se um observador observar de perto, verificará que a concepção artística popular de o urso remover com um tapa o peixe da água, com sua pata, raramente é verdadeira. Ao se pôr em pé na corrente, captura o salmão com suas patas dianteiras. Ocasionalmente, meterá de forma simples a cabeça debaixo d’água e segurará o peixe com suas presas.
Como no caso dos humanos, há pescadores experimentados e há novatos. Os ursos mais velhos raramente se movem grandes distâncias para captar sua presa e usualmente aparecem logo com um petisco. O filhote, por outro lado, não raro corre freneticamente para cima e para baixo da corrente, com os peixes escapando em toda direção, exceto para dentro de sua patas.
Os filhotes deste ano permitem que a mamãe pesque por eles, e podem ser vistos na margem, esperando ansiosamente a volta dela. Depois de uma presa bem sucedida, a família irá para um bosque cerrado, onde a mamãe intencionalmente comerá apenas uma porção do peixe, deixando o resto para os filhotes contenderem entre si. Depois de se satisfazerem deste alimento abundante, a família não raro se retirará para uma campina próxima e se espalhará numa variedade de poses, para uma soneca da tarde. Tem-se observado alguns a dormir com a barriga para cima, com todas as patas suspensas no ar.
Em meados de agosto, a família não raro deixará a corrente em busca das frutas silvestres que amadurecem. Deliciar-se-ão com as amoras e os vacínios, enquanto estiverem disponíveis. Em princípios de outubro, muitos retornam às correntes repletas de salmão, para aproveitar-se dos últimos cardumes de peixes que desovam.
Ao chegar o inverno, usualmente estão bem preparados para dormir por todo o tempo mais inclemente. Os bons apetites do verão ajudam a fortificá-los com densa camada de gordura e com exuberante novo casaco de pele. Do verão a fins do outono, os ursos em crescimento ganham peso na proporção de cerca de 30 por cento. Ao examinar este ganho de peso, biólogos tabularam um ganho de mais de 20 quilos para um macho de três anos, em apenas doze dias. Este é um ganho médio de cerca de um quilo e meio por dia. Não há nenhuma preocupação quanto a reduzir a dieta desta família!
Os zoólogos agora reconhecem que o urso Kodiak não hiberna realmente, mas é melhor que seja chamado de dormidor hibernal. Pode-se rapidamente ver a diferença por contrastar o urso com a marmota, verdadeiro hibernante. Vista durante o inverno, a marmota parece como se estivesse morta, ficando completamente inconsciente. Sua temperatura normal do corpo, de 36°C fica reduzida a 3,3°C e ela respira apenas uma vez a cada seis minutos. O urso, por outro lado, mantém uma temperatura normal do corpo, e sua respiração se reduz a quatro ou cinco movimentos respiratórios completos a cada minuto. Quando o leitor está em sono profundo, sua taxa de respiração é quase que a mesma. As batidas de coração do urso são mais lentas do que o normal, mas ele fica semiconsciente. Seu sono não é sempre ininterrupto, visto que se pode fazê-lo sair às pressas de seu lar hibernal sem muita dificuldade.

Não É Agressivo, mas Recomenda-se Cautela

Embora os homens tenham apelidado este animal gigantesco de “terrível” e “feroz”, algumas opiniões foram alteradas. Os zoólogos e outros que passaram muitos anos a observá-los, reconhecem que tais poderosas criaturas farão todo esforço possível para evitar o contato com o homem. Como afirma o zoólogo George G. Goodwin: “Apesar de seu enorme tamanho e de sua grande força, os grandes ursos-pardos não são agressivos e raramente matam animais de grande porte. No entanto, é melhor que se conserve à distância da ursa-parda com seus filhotes; quando ferido, este animal pode ser tão traiçoeiro como a criatura selvagem mais feroz.”
Tem havido incidentes em que os homens ficaram seriamente feridos por estes ursos-gigantes, assim, deve-se exercer cautela quando se está na vizinhança deles. Visto que os sentidos de audição e olfato do Sr. Urso são mais aguçados do que a sua visão, as pessoas que desejam evitar contato com ele na mata geralmente tentam fazer bastante barulho. Os habitantes locais, por gerações, assobiam alto quando apanham frutas silvestres nos domínios do urso. Assim, o Sr. Urso não fica surpreso e tem oportunidade de afastar-se dos intrusos humanos sem demora.
Embora tendo a reputação de ser o maior animal terrestre que come peixes do mundo, este gigantesco urso da Ilha Kodiak não é realmente tão “terrível” como os antigos negociantes temiam.

in Despertai de 8/7/1972 pp. 18-21

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Provérbio da semana ( 20:6 )


Uma multidão de homens proclamará cada um a sua própria benevolência, mas quem pode achar um homem fiel?

OBRIGADO RUI COSTA!

AMOR MEU, DOR MINHA

DOR MINHA QUE BATES NO CORAÇÃO,
OLHOS TEUS QUE CRUZAM COM A PAIXÃO;

PARA ONDE FORES CONTIGO IREI,
ONDE ESTIVERES AÍ FICAREI;

NA ROTA DO AMOR BUSCAMOS SINTONIA,
SENDO O MAIS IMPORTANTE A COMPANHIA;

FELIZ AQUELE QUE TE AMA,
E QUE PODE ALIMENTAR A CHAMA;

FICAREI. FELIZ. SINTO O TEU ABRAÇO FORTE,
SINTO QUE O AMOR NÃO ALIMENTA A MORTE;

POR TUDO ISTO UM ADEUS NÃO PERMITO,
NO NOSSO CORAÇÃO O AMOR NÃO É MALDITO.