National Geographic POD

Brandus dream list

Mensagens populares

terça-feira, 29 de abril de 2008

Sémen de peixe em prato gourmet


A segunda edição de um festival de Chefs espanhóis apresentou novidades na culinária.A medula do atum e o alho negro foram apresentados como novos ingredientes de pratos sofisticados.Mas nada deixou os participantes mais surpresos do que o novo ingrediente apresentado por Ferrán Adrià e a sua equipa. Ele apresentou o Sémen de Cavala, um tipo de peixe.De acordo com os entendidos, em culinária não em sémen, o novo ingrediente tem uma textura cremosa e sabor delicado.Segundo os profissionais da culinária estes ingredientes podem estar em breve nas prateleiras dos supermercados, porque as empresas buscam cada vez mais facilitar a vida dos chefs.

Fonte: Terra / EstranhomasVerdade.com


Sem comentários...

segunda-feira, 28 de abril de 2008

O piloto alentejano

Houve uma altura em que um dos aviões da TAP foi pilotado por um alentejano. Certo dia, durante uma viagem, o avião teve um problema e um dos motores parou. O alentejano através do rádio disse aos passageiros:
- Devido a um problema técnico vamos chegar ao nosso destino com meia hora de atraso.Passados alguns instantes, o segundo motor parou e novamente o piloto disse aos passageiros:
- Lamento informar, mas vamos chegar com uma hora de atraso.Mais alguns instantes passaram e os motores pararam todos. Com uma calma incrível, o piloto disse aos passageiros:
- Lamento informar mas vamos passar o resto da noite no ar.

Convívio com o rikki-tikki-tavi


TALVEZ já leu o conto de Rudyard Kipling sobre o mangusto corajoso, Rikki-tikki-tavi. Ao encontrar-se com uma naja indiana, o Rikki de Kipling se desviou agilmente dos repetidos botes do réptil até o momento oportuno, e então o mangusto pulou rapidamente e cravou suas mandíbulas na cabeça da cobra cansada! Como serviria tal potencial eliminador de cobras como animal caseiro de estimação? Meu marido achou que valia a pena tentar e assim um belo dia voltou para casa carregando afetuosamente um filhotinho de mangusto nos braços.
Com otimismo, demos ao nosso novo animal de estimação o mesmo nome do herói de Kipling. Nosso Rikki era uma variedade africana do mangusto, medindo cerca de trinta e cinco centímetros do focinho à ponta da cauda. Era, portanto, bem pequeno em comparação com os de noventa centímetros encontrados na Índia. Sua face era longa e pontuda, com orelhinhas redondas, e sua cauda grossa tinha quase o mesmo comprimento de seu corpo. Pernas muito curtas sustentavam sua estrutura delgada, coberta de áspero pelo cinzento. Cariciável? Com um pouco de receio segurei-o junto a mim. Ele gostou muito disso, assim como um bebê.
Em realidade, Rikki mais do que compensou sua aparência de roedor com seus modos afetuosos. Toda noitinha, como gesto de boas-vindas, esticava-se e se esfregava todo nos pés, calçados de meias, do meu marido. Nosso mangusto gostava que esfregássemos nossos pés para cima e para baixo nas suas costas como se fosse capacho. Escapando sinuosamente, pulava para cima a fim de investigar cada bolso com seu longo focinho pontudo, retirando canetas, lápis ou chaves. De repente saía correndo com um desses. Não raro, era tarde demais ver onde o veloz ‘mangustinho’ escondera sua presa.
Rikki gostava muito de cavar. Certa vez, pulando no colo duma visita, o tratantezinho enfiou o focinho debaixo do suéter do convidado e subiu rapidamente até seu ombro e, daí, atravessou suas costas, indo sair por fim no peito do homem apavorado. Nosso novo bichinho de estimação exigia atenção, e sem nos darmos conta, estávamos assentindo aos seus desejos e pensando no que fazer para ele a seguir.
Logo que chegou, Rikki apropriou-se duma gaveta do guarda-louça da cozinha. Diferente da maioria dos animais caseiros de estimação, nosso mangusto não era noturno. Ao contrário, sua hora de recolher-se era às 7 da noite. Se ninguém bulisse na gaveta, ferrava no sono até que a família se pusesse de pé lá pelas 6 da manhã. Daí, depois de uma exibição de espreguiçamentos e bocejos na mais letárgica das maneiras, Rikki tomava seu chá matinal e com freqüência ia dormir de novo.
Uma vez bem desperto, o dia de Rikki era uma rodada de atividades, investigando tudo, perseguindo tudo que se movia, fazendo buracos no jardim, e geralmente amolando qualquer visitante que chegasse à casa. Com pesar dei-me conta do valor de pôr as coisas bem no alto, fora de seu alcance, especialmente depois que arrancou o miolo dum bolo saído do forno e virou o leite e o açúcar antes de voar para trás da geladeira para esconder-se até que passasse o perigo. Reaparecendo algum tempo depois, afetuoso como sempre, fez-me logo esquecer a minha raiva.
De ordinário, o falatório de Rikki se aproximava do som de "rikki-tik-rikki-tik" entremeado de trêmulos assobios baixos. Mas, quando ficava aborrecido ou enfezado, rosnava que nem gato bravo e até cuspia. E não eram infreqüentes os seus queixumes. Por exemplo, certa vez veio bisbilhotar enquanto eu assava um bolo, acabando por escorregar e cair dentro do depósito de farinha. Ver surgir o mangusto, branco da cabeça à cauda e furioso com sua desventura, provocou umas boas gargalhadas!
Rikki se distinguiu qual gracioso e inteligente animal de estimação. Sendo novo, não tinha forte odor animal, que, porém, tornar-se-ia mais perceptível com a idade. Era feliz de ser tratado como parte da família. Quando meu marido decidiu que Rikki devia passar mais tempo fora de casa e lhe construiu uma casinha, ficou muitíssimo desgostoso. Isto foi completamente prejudicial ao seu ego.
Insaciável é quase a melhor palavra que descreve o apetite do mangusto. A dieta de Rikki em nossa casa incluía carne, crua ou cozida, todas as espécies de legumes, bolo, ovos, fruta, e até as cascas de batatas e pepinos crus. Em adição, o voraz mangusto nunca recusava lagartixas, rãs, gafanhotos, e todos os tipos de insetos.
Pelos livros aprendi que o mangusto é grande predador de pássaros, caranguejos, aranhas, ratos, camundongos e cobras pequenas. É interessante observar um mangusto partir um ovo ou uma concha. Segura o objeto entre as patas dianteiras e, como um jogador de futebol americano, passa-o vigorosamente pelas patas traseiras, de encontro a uma pedra.


Protetor da Casa?


Se uma cobra perigosa fosse entrar em nossa casa, poderíamos depender de Rikki para matá-la ou pelo menos expulsá-la? Muitas vezes me perguntei qual seria o resultado de tal encontro. Rikki era bom em expulsar gatos e cachorros indesejáveis, mas nunca testemunhei um confronto com uma cobra. A pesquisa sobre o assunto revelou alguns fatos esclarecedores.
A naja indiana ou asiática que o Rikki de Kipling derrotou é considerada por especialistas como réptil um tanto lento. Segundo James A. Oliver, Diretor da Seção de Répteis da Sociedade Zoológica de Nova Iorque, o bote da naja indiana, de uma posição alta para baixo, é apenas cerca de um sexto tão rápido como o da cascavel norte-americana ou da caiçaca ou da surucucu da Índia Ocidental. Também, ao passo que o veneno da naja se situa num lugar que dificulta seu uso com eficácia, os últimos répteis possuem presas venenosas que apontam direto para suas vítimas ao arremeterem a cabeça com considerável força. Por essas razões, pensa-se que um mangusto levaria a pior num encontro com um bom número de cobras perigosas.
Num espetacular embate entre um mangusto e uma naja grande, ambas as criaturas lutaram por cinqüenta minutos até ficarem exaustos, sem que nenhum dos dois fosse o vencedor. Em Trinidad, usam-se as jibóias para controlar a população dos mangustos. Depois de se considerarem todas as coisas, então, seria erro crer que os mangustos são os nêmeses naturais de cobras de todo o tipo e tamanho.
Naturalmente, um mangusto faminto não deixará passar uma cobra pequena ou lenta. Depois de matar uma cobra venenosa, a cabeça é engolida primeiro. Um mangusto pode engolir presas venenosas sem maus efeitos, embora não seja imune ao veneno inoculado pelas presas.
Fiquei sabendo, também, que os mangustos foram importados para a Jamaica em 1872 para dar um jeito nos ratos nos canaviais. Mais tarde, foram trazidos ao Havaí, para no fim tornar-se o mamífero mais comum das ilhas. A população de roedores foi substancialmente reduzida em algumas áreas, embora nunca completamente exterminada. No reverso da moeda, as depredações da parte dos mangustos resultaram no extermínio total de certas espécies de aves. Considerados, portanto, qual indesejável ameaça à vida animal e avícola, proíbe-se estritamente a entrada de mangustos nos Estados Unidos continentais.
Por fim chegou-nos o dia de decidirmos a sorte de Rikki-tikki-tavi. Rikki crescia depressa, e continuar com ele como mangusto adulto apresentaria problemas. Assim, com tristeza, mandamos Rikki embora e preenchemos a lacuna o melhor que pudemos com um animal mais convencional. Mas, nenhum amigo peludo jamais tornou-nos tão constantemente cônscios de sua presença como Rikki, o mangusto. Como animal de estimação brincalhão, excedeu nossas expectativas.

8/6/70-15

Provérbio da semana (13:18)

Quem negligencia a disciplina [terá] pobreza e desonra, mas aquele que guarda a repreensão é o que é glorificado.

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Polícia escreve poesia nos relatórios de ocorrências



«O larápio olhou-se ao espelho: cansado, da barba por fazer e na ânsia de um pouco de nicotina, decidiu renovar o seu suplemento numa loja da esquina». O excerto parece-se com literatura, mas é, na verdade, o relato de um roubo descrito por um polícia «erudito» nos autos de ocorrência. Noticia o site G1 da Globo. Os relatórios elaborados por Ilka Ivari, «o polícia poeta», chamaram a atenção das autoridades de Hameenlinna, no sul da Finlândia. Foi advertido pelo Ministério do Interior, mas diz que vai continuar a seguir a sua vocação literária. «Posso preservar o meu estilo, desde que não misture factos com ficção», O porta-voz da polícia não vê nenhum problema. «A polícia pode registar factos até mesmo em versos, desde que respeite o regulamento», afirma Marko Luotonen. Ilka Ivari é estudante de jornalismo na universidade local e diz que até agora só recebeu elogios.


IOL Diário 17/04/2008 / EstranhomasVerdade.com
Cá está uma forma diferente de ser polícia...

O saber não ocupa lugar - 170


O parafuso de Edison é o nome que recebe o mecanismo de ajuste ou de fixação de uma lâmpada incandescente, desenvolvido por Thomas Edison em 1909.


E eu que pensava que se chamava de rosca...

Sabedoria prática no lar


Aplicar a sabedoria prática em seu lar pode economizar-lhe bastante tempo e energia, e pode produzir melhores resultados. Atalhos podem remover parte da amolação relacionada com certos deveres domésticos, sim, podem tornar-se mais leves e até mesmo "divertidos". Alistam-se abaixo várias sugestões domésticas que muitas donas de casa verificaram ser de ajuda.


NA COZINHA


● Gostaria que seu arroz ficasse mais fofo? Simplesmente adicione uma colher de chá de suco de limão a cada litro de água, aproximadamente, ao cozinhar.
● Por acrescentar uma colher de sopa de óleo de cozinha ou de gordura à água em que vai cozinhar o macarrão, poderá evitar os confusos "transbordamentos".
● Ao escaldar ovos, poderá mantê-los juntos simplesmente por acrescentar algumas gotas de suco de limão ou de vinagre ou uma colher de chá de sal a água.
● Se deseja evitar que o leite aquecido toste, enxágüe a panela com água quente antes de usá-la.
● Unte de gordura as cascas de batatas antes de assá-las, para mantê-las macias.
● Para tornar mais fácil de se tirar a casca do ovo bem cozido, adicione sal à água em que é cozido.
● Para economizar tempo e energia ao bater o creme, adicione de seis a oito gotas de suco de limão para cada cerca de meio litro de creme. Visto que limão demais torna amargo o creme, conte cuidadosamente as gotas.
● Deseja impedir que as batatas doces e as maçãs descascadas fiquem escuras? Coloque-as em água salgada logo depois de cortá-las.
● Se deseja evitar chorar ao descascar cebolas, submerja-as numa vasilha de água enquanto as descasca.
● Para tornar fresco o aipo, deixe-o ficar em água fria à qual se acrescentou uma colher de chá de açúcar para cerca de cada litro.
● Os limões se mantêm frescos se os colocar numa vasilha de vidro cheia d’água e rigorosamente fechada.
● Para impedir que as frutas frescas cortadas percam sua cor, simplesmente aspirja suco de limão ou de abacaxi sobre elas.
● Compoteiras de frutas serão abertas com facilidade se as colocar de cabeça para baixo em água quente durante alguns minutos.
● Os tomates cortados em fatias verticais conservam mais suco. Acrescentá-los por último à sua salada impedirá que o molho perca consistência.
● Para economizar tempo e a lavagem de vasilhas quando prepara alimentos enlatados, faça o seguinte: Corte as tampas das latas, coloque as latas numa panela e encha a panela com água até a metade da altura das latas. Cubra a panela com a tampa e acenda o fogo. Num curto tempo o alimento estará chiando de quente, e não haverá panela suja para lavar.
● Para limpar o forno de seu fogão com ligeireza, coloque uma panela de amônia e água nele durante a noite. No dia seguinte, ficará surpresa de ver como é fácil essa tarefa.


OUTRAS SUGESTÕES DOMÉSTICAS


● Para enfiar facilmente a linha na agulha, esfregue a ponta da linha num pedaço de sabão.
● Para amarrar seguramente os pacotes, molhe o barbante antes de usá-lo. Quando o barbante secar, encolherá e assim prenderá melhor o pacote.
● Esfregue um pouco de glicerina nas suas janelas do banheiro e nos espelhos e então passe um pano macio para dar lustre. Isto impedirá que fiquem cobertos de vapor.
● A fim de remover uma mancha gordurosa de seus estofados, simplesmente esfregue fubá de milho neles e passe o aspirador de pó no dia seguinte.
● Para impedir que o pó voe quando está varrendo, umedeça os pêlos da vassoura e a parte interior da pá de lixo.
● Sabia que flores cortadas durarão muito mais se as colocar em chá que sobrou?
● O que faz quando verifica que a cola endureceu? Adicione algumas gotas de vinagre a ela, e ela ficará macia.
● Se a janela está constantemente pegajosa ou é difícil de abrir, pinte as arestas com cera de assoalho sem precisar de polimento ou esfregue nelas a extremidade duma vela.
● Pendure as substâncias anti-mofo o mais alto possível, porque os vapores se filtram em direção para baixo. Pendurá-las baixo só dá proteção parcial.
● Para remover o cheiro de tinta de um quarto recém-pintado, simplesmente coloque uma vasilha grande, e aberta, de água fria, contendo uma cebola grande cortada ao meio no centro. A cebola absorverá o cheiro dentro de algumas horas.


22/5/70-24

Provérbio da semana (13:16)

Todo o argucioso agirá com conhecimento, mas quem é estúpido difundirá tolice.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Velhinha marota!

A velhinha foi à polícia reclamar de uns garotos peladões num quintal, perto da casa dela. O delegado ficou doido. Onde já se viu uma indecência dessas perto da inocente velhinha ? Lá foi o delegado e deu aquela bronca nos garotos que se desculparam e que isso não ia voltar acontecer. Tudo resolvido, o delegado avisou a velhinha e foi embora. Passada uma semana, a velhinha volta à polícia para reclamar dos garotos peladões. O delegado ficou maluco. De novo ? Só matando... só matando...!!!! Lá foi o delegado. Quando chegou, viu que os garotos tinham construído um muro de mais de 2 metros de altura... ?????? Chamou a velhinha:
- Mas quando é que a senhora vê os garotos pelados?
- Quando eu subo no banquinho!!!

quinta-feira, 17 de abril de 2008

O saber não ocupa lugar - 169



Mais de 9 mil fragmentos de meteoritos já foram recolhidos na Antártida. Dentre eles, foi encontrado um meteorito de 4 bilhões da anos que, aparentemente, se desprendeu de Marte.




É uma sorte ainda ninguém ter levado com um meteorito na tola...




quarta-feira, 16 de abril de 2008

O mais evidente nem sempre é o mais visível

Juan chega à fronteira entre os Estados Unidos e o México de bicicleta. Traz aos ombros duas largas mochilas. O guarda manda-o parar.
- O que é que vem nas mochilas?
- Areia - responde Juan.
- Veremos! - diz o guarda - Desce da bicicleta.O guarda tira-lhe as mochilas, esvazia todo o conteúdo e descobre que nada têm a não ser mesmo areia. Mesmo assim, retém Juan na fronteira por uma noite a manda analisar a areia. Os resultados mostram que nada mais é que pura areia. O guarda liberta Juan, volta a pôr a areia nas mochilas, ajuda-o a colocá-las às costas e deixa-o passar a fronteira.Uma semana mais tarde volta a passar-se o mesmo.
- O que é que vem nas mochilas?
- Areia - responde Juan.O guarda tira-lhe novamente as mochilas, esvazia todo o conteúdo, manda analisar e descobre que é mesmo a mais pura areia. O guarda volta a pôr a areia nas mochilas e deixa Juan passar a fronteira na sua bicicleta.Esta sequência de eventos passa então a repetir-se todos os dias ao longo de três anos. Um dia Juan deixa de aparecer e o guarda encontra-o numa cantina no México:
- Ó, tu! Eu sei que andavas a contrabandear qualquer coisa. Tem dado comigo em doido. Só penso nisso... nem consigo dormir! Aqui entre nós: o que é que andavas a contrabandear, afinal?Juan bebe um golinho de cerveja e responde calmamente:
- Bicicletas.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Ovos para o café da manhã


O QUE geralmente toma no café da manhã? É apenas um pão doce ou pão com geléia acompanhado de café ou chá? Muito embora talvez este seja o costume onde vive, muitas pessoas em outras partes acham que começam melhor o dia por comerem ovos no café por causa da proteína que contêm.
Há cerca de seis gramas de proteína num só ovo. É também rico em minerais e vitaminas. Com efeito, o ovo é muito similar à carne em seu valor nutritivo. No que diz respeito à proteína, dois ovos equivalem a um pedaço de carne de uns sessenta gramas. Dava-se conta de que os ovos constituem tão excelente alimento?
Há muitas maneiras em que podem ser preparados. Em vez de sempre servi-los cozidos, fritos ou mexidos, para variar pode consultar livros de culinária que apresentam muitas formas interessantes de prepará-los. Por exemplo, ovos cozidos poderiam ser servidos com um molho cremoso feito de farinha, leite e manteiga. Cortam-se em pedacinhos as claras e misturam-se estas no molho e daí derrama-se o molho em torradas. Ralam-se em cima disso as gemas amarelas. Tal prato de ovos é atraente e saboroso.
Pode-se tornar atraente uma omelete por se adicionar coisas tais como um punhado de pedacinhos de presunto ou um pouco de queijo fresco ou geléia antes de enrolá-la. Como atração adicional, poderia ser colocada num pãozinho torrado.
Ovos escaldados são fáceis de se preparar, e há vários modos em que podem ser servidos. Um é servi-los em torradas. Outro seria usar metade de um sonho tostado, tipo inglês. Poder-se-ia colocar uma fatia redonda de presunto sobre o sonho e a seguir o ovo mexido em cima disso. Pode-se derramar em volta de todo ele molho hollandaise (feito de gemas de ovo, manteiga e suco de limão, e servido quente).
Já teve o problema de os ovos cozidos racharem e parte de seu conteúdo sair para fora enquanto ainda estão na água? Pode evitar isso por permitir que os ovos se aqueçam à temperatura ambiente antes de jogá-los dentro d’água. É também útil furar os ovos por inserir na extremidade maior uma agulha de serzir. Enfie a agulha por cerca de meio centímetro. Daí, não deverá ter mais o problema de rachar.
Ao invés de cozinhar ovos em alta temperatura, o que amiúde endurece as claras e desfaz as gemas tente cozinhá-los numa temperatura mais baixa. Use 80° C. por um período de tempo mais longo. Isto permitirá que se cozinhem mais uniforme e cabalmente.
Ao comprar ovos não precisa se preocupar com a cor. Nem a cor nem o tamanho afetam sua qualidade ou valor alimentício. Pode-se determinar se os ovos grandes, médios ou pequenos são a melhor compra por lembrar-se do seguinte: se o preço dos ovos médios for sete oitavos do dos ovos grandes, o custo é praticamente o mesmo para ambos os tamanhos. Embora o preço do tamanho médio seja menor, está também recebendo menos ovo. Se os ovos pequenos forem vendidos por três quartos do preço dos grandes, o custo é o mesmo que para os grandes.
Os ovos de galinha são os que mais comumente se comem, mas há outros ovos que algumas pessoas apreciam. Ovos de pata, por exemplo, são populares em certos países. Em certas partes do mundo, ovos de tarambola são considerados papa-fina. Os ovos de muitas outras aves são também usados como alimento em vários lugares. Mas, para o café, é bem provável que prefira ovos de galinha.
Se decidir acrescentar mais proteína ao seu café da manhã, talvez deseje experimentar ovos, se não forem muito caros onde vive. Os que realmente os comem no café acham que estes lhes dão algo substancial com que agüentar até a próxima refeição.


22/5/70-23

Provérbio da semana (13:15)

A boa perspicácia é que dá favor, mas o caminho dos que agem traiçoeiramente é escabroso.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Traído pela fome...e pela escuridão!

Dois vampiros regressavam uma noite a casa sem ter conseguido comer nada.
- Vou dar uma volta, não consigo dormir sem comer. Passado um bocado o vampiro regressou, sendo ainda bem visível o sangue em redor da boca. O outro, curioso, perguntou-lhe :
- Onde arranjaste isso ??
- Estás a ver aquela quinta árvore ali do lado esquerdo ??
- Não.
- Eu também não vi.

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Novo sistema de GPS ( com alcance mundial! )


Adivinhem a raça do cão...


Três homens comentavam as habilidades dos seus cães:

1º - O meu cão, sem dúvida, é fantástico... não há como ele para guardar a casa, é uma fera...

2º - Oh! Nada disso supera o meu rasteirinho e boca larga...

3º - Então o meu... vocês deviam vê-lo em acção, destrói tudo!!!

2º - Nada que bata o rasteirinho e boca larga...

1º - Já que são assim tão bons, vamos fazer uma competição...

E assim aconteceu. Durante a luta saltaram cães, ouviam-se latidos... saltaram pedaços de cão por todo o lado e quem venceu foi o rasteirinho e boca larga...

3º - Olha lá pá, mas de que raça é esse teu cão?

2º - É pá, nem sei bem... trogodilo, crocodolo...

Não jogue fora esse lixo


CONFRONTADO com os crescentes preços de alimentos do mercado de sua vizinhança, já desejou alguma vez poder cultivar em seu próprio quintal dos fundos as frutas e os legumes frescos de que sua família necessita? Ou já se emocionou de ver o belo arranjo de flores coloridas, a grama luxuriante e as plantas artísticas e desejou poder cultivá-las em seu próprio jardim?
Talvez já tentou fazer algo nesse sentido, e, cheio de grandes esperanças, começou a cavar, plantar, cavoucar o terreno e regá-lo com disposição. Daí — que desapontamento! As poucas plantas que brotaram eram mirradas e dispersas.
Tais experiências desencorajaram muitos que gostariam de ser jardineiros. Simplesmente se resignaram à idéia de que não possuem a proverbial ‘inclinação para jardineiro’. Mas, mesmo que for alguém que usufrui êxito moderado em jardinagem, talvez ache que poderia obter ainda maior êxito. Talvez ache que não tem feito progresso. Seus empenhos, ano após ano, trouxeram pouca melhora.
Uma solução para tais problemas é simples, barata e está às mãos. O segredo jaz em utilizar muitas coisas que agora joga fora como inúteis — lixo de sua cozinha, grama aparada de seu gramado, aparas da cerca viva, sementes, folhas. Todas essas coisas são acessórios para o jardim, que podem trazer-lhe ricas recompensas, tanto em cruzeiros novos como em beleza. Transformados devidamente num composto, tais materiais podem ser convertidos em rico fertilizante que coloque em seu solo todos os elementos de que suas plantas necessitem para tornar-se saudáveis, produtivas e belas.
Assim, enquanto a pessoa tiver pequeno terreno disponível, vale a pena parar — quando chega a hora de desfazer-se do lixo — e perguntar: Poderia parte deste material ser usada como fertilizante? A maior parte de nosso lixo pode-se tornar fertilizante por meio do processo conhecido como "adubação composta".
Adubação Composta
Isto se refere uma variedade de métodos por meio dos quais a matéria vegetal se decompõe e fica reduzida a um húmus escuro e rico. A lógica do processo é óbvia. Simplesmente devolve ao solo aquilo que foi tirado dele. Imita o arranjo natural de coisas, por meio do qual as bactérias e os fungos começam a atacar e decompor toda a matéria morta, eventualmente devolvendo-a ao solo. Este contínuo círculo é o que torna possível que a terra continue a produzir ano após ano, sem perder a fertilidade.
Mas, não seria muito mais fácil ir a uma loja e comprar um saco de fertilizante químico? Sim, seria, mas tal processo deixa de ter certas vantagens definidas. Não gostaria de economizar o dinheiro do fertilizante comprado na loja? Daí, também, com o fertilizante orgânico natural, jamais precisará preocupar-se de aplicar o mesmo em demasia e "queimar" suas plantas. Ademais, tem de continuar adicionando o fertilizante químico cada ano, ao passo que o fertilizante orgânico edificará a qualidade de seu solo. E muitas pessoas estão convencidas de que o sabor e o valor alimentício são aprimorados com o uso do fertilizante natural.
Formar o adubo composto não é difícil nem complicado. Há um número tão grande de métodos que é muito provável que um deles satisfaça sua necessidade. Por exemplo, há o método de fazer o adubo composto em sacos de plástico. Usando-se saco grosso, simplesmente corte e costure quatro sacos, cada um pouquinho maior do que uma fronha. Comece a encher um deles com lixo umedecido (grandes pedaços de casca de árvore devem ser cortados), grama cortada, velhos arranjos florais, um pouco de terra solta, e, se disponível, um pouco de estrume. Daí, sele o saco firmemente com um barbante e o deixe decompor-se ao sol, preferivelmente. Todo dia, deve-se revirar o saco. Daí, faça o mesmo com o saco seguinte. Por volta do tempo em que o quarto saco estiver cheio, o conteúdo do primeiro já estará pronto para ser usado.
Para formar um adubo composto em maior escala, constrói-se usualmente um depósito em que os vários materiais são colocados em camadas. Primeiro, coloca-se uma camada de grama cortada, aparas de plantas, folhas, palha, e assim por diante, e, daí, uma fina camada de lixo, e então uma camada de estrume, se houver disponível, e, por fim, lança-se um pouco de terra solta. Pode-se adicionar minhocas depois de a pilha ficar umedecida, e isto apressará a decomposição. Uma tampa sólida, que se ajuste perfeitamente, ajudará a manter longe as moscas e os odores desagradáveis.
Se as aves de rapina constituírem problema, talvez seja suficiente cobrir o depósito com tela para galinheiro. A pilha deve ser mantida úmida, e, visto que o líquido que escoa da pilha leva muitos nutrientes valiosos para o solo debaixo do depósito, talvez seja proveitoso mudar a localização do depósito de tempos a tempos. Por se ter dois depósitos, pode-se começar com um, enquanto o outro está amadurecendo ou sendo usado.
Melhor ainda é outro método, que exige o uso de grandes tambores de óleo ou de tinta. Estes são primeiro revestidos de alcatrão ou pintados, para impedir que enferrujem, daí, abrem-se buracos de drenagem na parte inferior. Podem ser colocados pouco acima do solo, sobre pedras achatadas ou tijolos. Dessa forma, pode-se movê-los de uma parte para outra do jardim, de modo que várias localidades se beneficiem da drenagem líquida que resulta do material composto. Se a pessoa tiver inclinações artísticas, tais tambores podem ser camuflados com tinta verde ou marrom, ou embelezados com desenhos coloridos.
Naturalmente, num terreno maior se poderia simplesmente formar a pilha de adubo composto como um grande monte no fundo do terreno. Simplesmente umedeça-o bem e cubra-o com folha de plástico, mantendo-o firme no lugar por empilhar terra ou algumas pedras pesadas em volta da beirada. O plástico promove a decomposição, visto que conserva a umidade e o calor, e não há necessidade de revolver a matéria em fermentação. A pilha acabada deve ser revolvida verticalmente para que as várias camadas de matérias fiquem bem misturadas. Em tempo brando, a pilha deve ficar pronta num mês; o tempo mais frio retarda a decomposição, às vezes por várias semanas.
Outras Alternativas
Talvez nenhum dos métodos precedentes se adapte a certas circunstâncias. Então, eis outro modo, especialmente adequado para os que vivem em cidade e que desejariam certificar-se de que não surjam os problemas relacionados com odores, moscas e ratos. Simplesmente enterre os restos de cozinha nos canteiros em que vai plantar no ano seguinte. O material pode ser colocado, não muito apertado, e coberto com uns vinte a vinte e três centímetros de solo. Deve-se dar o prazo de um ano inteiro antes de plantar, de modo a ter certeza de que a decomposição já tenha terminado.
Pode-se aplicar o mesmo princípio a fim de restaurar a fertilidade do solo ao nível das raízes profundas, digamos, de árvores ou arbustos tais como o lilás. Neste caso, simplesmente cave um buraco fundo onde depositar o lixo. Pode usar seu próprio critério quanto ao tamanho e a profundidade. Certo jardineiro cavou um buraco de noventa centímetros de comprimento por sessenta centímetros de largura e cerca de um metro e meio de profundidade. Durante todo o inverno depositou os restos de cozinha nele — folhas de vegetais, cascas, cascas de ovo, restos de comida, e assim por diante.
Pode-se fazer uma tampa ao nível do chão para tal buraco. De vez em quando, pode-se acrescentar ao buraco um pouco de cal agrícola e granito pulverizado para assegurar uma fertilização mais completa. Se começarem a surgir odores, podem ser controlados por se cobrir cada camada de lixo com alguns centímetros de terra, usando a terra removida do buraco. Quando o buraco estiver quase cheio, remova a tampa e termine de encher com terra até o nível do chão. Não demorará muito até que veja um notável melhoramento em seu arbusto ou árvore próximos.
Um jardineiro descreveu os resultados de tal buraco enchido com lixo: "Junto com o granito e o cal, os nutrientes no conteúdo se infiltraram no solo adjacente, levando alimento às ramificações menores e às raízes principais daquele lilás francês especial. Sua folhagem tornou-se de um verde mais escuro e denso, e quando os brotos nasceram, cobriram completamente o arbusto que, por ocasião da florescência, era um monte de lavanda de tanta fragrância."
Não é evidente, então, que há muitos modos de se criar um suprimento de bom fertilizante orgânico? Quer viva numa cidade quer numa fazenda, quer seja amador quer experiente em jardinagem, há modos de certificar-se de que suas plantas e flores obtenham os nutrientes necessários a uma produção sadia.
Gostaria de poder suprir sua mesa de frutas e legumes extras a um custo grandemente reduzido? Gostaria de converter um quintal desenxabido num lindo gramado orlado de bonitos arbustos e coloridas flores, com uma luxuriante árvore frondosa aqui e ali? Então, poderia pensar em começar uma pilha de adubo composto. Não precisa jogar fora todo aquele lixo. Use-o para aumentar a fertilidade do solo.


22/5/70-20

Provérbio da semana (13:14)

A lei do sábio é fonte de vida, para desviar dos laços da morte.

quarta-feira, 2 de abril de 2008

A culpa é do carro!

Conversa entre dois agricultores, um canadiano e outro português, sobre o tamanho das suas propriedades.Diz o português:
-Olhe a minha propriedade tem vinte hectares, o que é razoável.
-Olhe, diz o canadiano, a minha, saio de casa de manhã, ligo o meu jeep e ao meio-dia ainda não percorri metade da minha granja.
-Pois é, diz o português, eu também já tive um carro assim...

terça-feira, 1 de abril de 2008

O dono do bar

No meio da selva com um calor terrível, o único bar existente tem uma fila de quilómetros.Um coelho passa a correr ao lado da fila mas ao chegar ao lado do leão, leva uma patada e o leão diz-lhe:
- Vai para o fim da fila!
O coelho passa ao lado do leão e continua a correr para a frente da fila. Passa pelo tigre e este dá-lhe outra patada e manda-o para o fim da fila.A cena repete-se com o crocodilo.O coelho, já farto de levar patadas e de ser mandado para o fim da fila, grita então:
- Se continuam assim não abro o bar!!!

OBRIGADO RUI COSTA!

AMOR MEU, DOR MINHA

DOR MINHA QUE BATES NO CORAÇÃO,
OLHOS TEUS QUE CRUZAM COM A PAIXÃO;

PARA ONDE FORES CONTIGO IREI,
ONDE ESTIVERES AÍ FICAREI;

NA ROTA DO AMOR BUSCAMOS SINTONIA,
SENDO O MAIS IMPORTANTE A COMPANHIA;

FELIZ AQUELE QUE TE AMA,
E QUE PODE ALIMENTAR A CHAMA;

FICAREI. FELIZ. SINTO O TEU ABRAÇO FORTE,
SINTO QUE O AMOR NÃO ALIMENTA A MORTE;

POR TUDO ISTO UM ADEUS NÃO PERMITO,
NO NOSSO CORAÇÃO O AMOR NÃO É MALDITO.