Ocorreu um erro neste dispositivo

Brandus dream list

Mensagens populares

quarta-feira, 16 de junho de 2010

O suavizante crepúsculo


O QUE se daria se a escuridão viesse de súbito cada noitinha, como se um interruptor de luz fosse desligado? Sentiria falta do crepúsculo?

Para muitas pessoas o crepúsculo constitui parte valiosa do dia. Ficam encantadas com as cores mutantes e o escurecimento gradual do céu. O crepúsculo vespertino inspirou muitos artistas a se expressarem de modo belo.

O Que Causa o Crepúsculo?

Se não houvesse atmosfera em volta da terra, a escuridão completa sobreviria abruptamente ao por do sol, como o apagar da luz. É isto o que acontece quando o sol mergulha no horizonte da lua sem atmosfera.

Mas, na terra, quando o sol desaparece da vista a noitinha, continua por um tempo a iluminar as camadas superiores da atmosfera. A atmosfera da terra, com suas muitas partículas de poeira, continua a refletir a luz solar, e supre a terra com luz indireta, ou luz crepuscular. Assim, a escuridão sobrevem gradualmente, à medida que o sol mergulha no horizonte e ilumina menos a atmosfera acima. O mesmo fenômeno, mas ao inverso, ocorre de manhã, antes do nascer do sol. Isto, também, é chamado crepúsculo, ou, mais amiúde, a aurora.

Nem todas as pessoas na terra contemplam o crepúsculo na mesma medida. Isto se dá por que sua duração varia em diferentes latitudes. Por exemplo, nas regiões equatoriais, nas latitudes mais baixas, o sol nasce e se põe quase que verticalmente em relação ao horizonte. Por tanto, “desce” rápido no horizonte até que seus raios não tocam nem mesmo as camadas mais elevadas da atmosfera da terra. Assim, o crepúsculo é bastante curto próximo ao equador.

No entanto, nas regiões temperadas, em latitudes mais altas, o percurso do sol é oblíquo em relação ao horizonte. Assim, o sol leva mais tempo para “descer” no horizonte, a um ponto em que seus raios não se refletem na atmosfera abaixo. Assim, o crepúsculo é mais longo ali.

A duração do crepúsculo varia também na mesma localidade durante diferentes estações do ano. Isto se dá por causa da inclinação do eixo da terra, fazendo com que o sol apareça em diferentes posições no céu em diferentes ocasiões do ano à medida que a terra gira em torno do sol.

Intervalos do Crepúsculo Vespertino

O crepúsculo se divide às vezes em três intervalos. Primeiro, há o chamado crepúsculo civil. Começa ao por do sol e dura até que o sol tenha descido seis graus abaixo do horizonte. Isto eqüivale mais ou menos até onde a iluminação natural permite as atividades comuns fora de casa e é quando aparece a primeira estrela.

A seguir vem o crepúsculo náutico, que continua até que o sol desça a doze graus abaixo do horizonte. A essa altura, só os contornos gerais dos objetos são discerníveis, o horizonte se parece indistinto e podem ver as estrelas mais brilhantes.

Finalmente, o crepúsculo astronômico termina quando o sol atinge dezoito abaixo do horizonte. A iluminação do sol então imperceptível e sobrevem a escuridão “completa,”.

Os Fenômenos Crepúsculos

O crepúsculos às vezes apresenta uma bela exibição de cores. Quando o sol se acha a uns dois graus abaixo do horizonte, talvez apareça um deslumbrante violeta. Esta cor é um fenômeno altamente variável, mas em geral se amplia rapidamente e parece intensificar-se, de modo que dá uma matiz arroxeada aos objetos no solo. A luz violeta dura até que o sol esteja a uns seis graus abaixo do horizonte. Diz-se que é produzida pela difusão da luz solar causada por uma camada de névoa a cerca de nove quilômetros e meio acima.

Então uma indescritível cor azul talvez, pareça espalhar-se em toda parte no ar e no solo. Isto se da especialmente onde há uma paisagem hibernal, coberta de neve. Este brilho crepuscular no céu mergulha gradualmente no horizonte e desaparece à medida que o sol se aproxima de dezoito graus abaixo do horizonte.

Efeito Sobre as Plantas e os Animais

A mudança gradual do dia para a noite fornece tanto para as plantas como para os animais um tempo de ajuste. Algumas plantas dobram devagar as suas folhas e flores no crepúsculo, parecendo esconder da noite as suas partes frágeis. Outras plantas parecem abrir-se para captar ou inalar algo que perderam durante o dia. São evidentemente controladas por um relógio embutido, regulado pelas mudanças de luz e escuridão.

Um processo similar ocorre no reino animal. Alguns animais sossegam e se recolhem a seus ninhos ou tocas para dormir. Mas, outros animais acordam e se preparam para suas atividades noturnas.

Efeito Sobre os Humanos

Os humanos, também, podem achar o crepúsculo uma parte saudável e agradável do dia. Dá tempo para adaptação da mente à noite que se aproxima, e um ajuste agradável dos olhos, da luz do dia para a escuridão. Pode suavizar a mente irrequieta e amiúde cria maravilhosa sensação de contentamento. “Somente no crepúsculo é que vem o refrigério e o alívio”, diz um poeta.

O crepúsculo pode ser um tempo ideal para meditação. Convida o homem a elevar seus pensamentos a níveis mais altos do que suas tarefas diárias exigem. Sintoniza a mente do homem com pensamentos mais profundos e o ajuda a perscrutar seu coração.

in Despertai de 8/9/1971 pp. 21-22

Sem comentários:

OBRIGADO RUI COSTA!

AMOR MEU, DOR MINHA

DOR MINHA QUE BATES NO CORAÇÃO,
OLHOS TEUS QUE CRUZAM COM A PAIXÃO;

PARA ONDE FORES CONTIGO IREI,
ONDE ESTIVERES AÍ FICAREI;

NA ROTA DO AMOR BUSCAMOS SINTONIA,
SENDO O MAIS IMPORTANTE A COMPANHIA;

FELIZ AQUELE QUE TE AMA,
E QUE PODE ALIMENTAR A CHAMA;

FICAREI. FELIZ. SINTO O TEU ABRAÇO FORTE,
SINTO QUE O AMOR NÃO ALIMENTA A MORTE;

POR TUDO ISTO UM ADEUS NÃO PERMITO,
NO NOSSO CORAÇÃO O AMOR NÃO É MALDITO.